Classificação de Meyers e McKeever

  • Imprimir

Fraturas da espinha tibial (eminência intercondilar)

Tipo I: fratura avulsão, sem desvio

Tipo II: elevação angular da porção anterior, em dobradiça, com a borda posterior íntegra

Tipo III: deslocamento completo, com ou sem rotação

Tipo IV: fratura cominutiva

Na literatura americana, esta classificação pode ser encontrada apenas com 3 tipos, com o tipo 3 se dividindo em A e B, sendo que A seria deslocamento completo sem rotação e B com rotação do fragmento ósseo